Angola e Moçambique entre os 15 países africanos mais atrativos para cadeias de varejo

    Um estudo publicado em 8 de setembro pela A.T.Kearney, consultora dos Estados Unidos, apontou Angola e Moçambique entre os 15 países africanos mais atrativos para investimentos no setor do varejo.

    Segundo o relatório, Angola ocupa a terceira posição. A A.T.Kearney destaca que o país vive um rápido crescimento econômico e ressalta que mais de 90% dos alimentos são importados, o que gera altos preços de venda. O estudo afirma que uma cadeia de retalho pode alcançar sucesso nesse mercado caso tenha bom conhecimento da regulação local e um projeto bem focado em uma parcela específica dos consumidores.

    Moçambique, por sua vez, ocupa a 15ª posição. O relatório aponta uma queda do crescimento do retalho no mercado moçambicano uma vez que o país vive uma estagnação da urbanização e uma desaceleração do consumo.

    O relatório levou em consideração 11 fatores sobre os países em questão, incluindo o consumo, o desenvolvimento econômico, a estabilidade política e a quantidade de cadeias de varejo.

Acompanhe a Mercados & Estratégias