Angola convida ao investimento em projetos de Turismo e Hotelaria

    Em 23 de setembro, o ministro do Turismo de Angola, Paulino Baptista, anunciou que a instituição que lidera está mais receptiva a propostas de empresas privadas que pretendem investir no setor. O anúncio foi manifestado durante um workshop intitulado “Turismo na diversificação da economia”, conforme adiantou a Agência Angola Press.

    Segundo Baptista, o ministério do Turismo de Angola está aberto ao investimento privado especialmente para os pólos turísticos de Cabo Ledo, em Luanda, e da Bacia do Okavango, no Cuando Cubango. O ministrou convidou tanto investidores nacionais quanto estrangeiros a apresentarem propostas de investimento nesses projetos.

Leia também: Portuguesa Jetclass abre loja de móveis de luxo em Angola

Leia também: Cabo Verde cria Agência do Turismo e Investimento

Leia também: Companhia aérea angolana TAAG retomará voos para Moçambique

    Baptista acrescentou que o Turismo consiste em um setor estratégico para o desenvolvimento da economia do país, especialmente em regiões onde não existem alternativas ao emprego.

    Segundo dados do Gabinete de Estudos, Planejamento e Estatísticas do ministério, o Turismo é responsável por mais de 220 mil trabalhadores em Angola, sendo, portanto, um dos setores que mais empregam em todo o país.

PUBLICIDADE

 

Acompanhe a Mercados & Estratégias