Feira Internacional de Moçambique conta com centro de negócios na CPLP

    Em 29 de agosto, a União de Exportadores da CPLP (UE-CPLP) e a Confederação Empresarial da CPLP (CE-CPLP) deram início a uma missão empresarial no âmbito da Feira Internacional de Moçambique (FACIM). A iniciativa tem como objetivo promover oportunidades de comércio e investimento nos países de Língua Portuguesa durante o maior evento empresarial de Moçambique.

Leia também: A situação atual da economia de Moçambique

    A principal atividade dessa missão é o Centro de Negócios CPLP, pavilhão inaugurado dentro da FACIM. Nesse espaço, são organizadas sessões de reuniões B2B, apresentações de mercado de todos os países de Língua Portuguesa e uma exposição de produtos e serviços.

Leia também: Entrevistamos Prof. José Paulo Oliveira, presidente do Observatório Lusófono de Atividades Económicas

    Na abertura do evento, o presidente da CE-CPLP, Salimo Abdula, citado pelo jornal moçambicano Notícias, declarou que essa edição será importante para demonstrar que Moçambique pretende substituir importações por exportações.

Leia também: "O imbróglio da dívida moçambicana: estratégias de extraversão", por Gabrieli Gaio

    A FACIM é uma feira comercial realizada anualmente em Maputo, capital de Moçambique, que promove o encontro de milhares de produtores, compradores e vendedores, além de investidores, importadores e exportadores moçambicanos e estrangeiros. O principal objetivo da feira é estimular as trocas comerciais, a produção e o consumo e a integração de Moçambique na economia mundial. Na edição de 2015, a FACIM atraiu mais de 95 mil visitantes e expositores de 31 países diferentes.

PUBLICIDADE

Acompanhe a Mercados & Estratégias