FMI atualiza previsões para o crescimento econômico dos países de Língua Portuguesa

 

    Em 18 de abril, o Fundo Monetário Internacional (FMI) atualizou suas previsões para o desenvolvimento econômico de 192 países, incluindo os nove membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

    Considerando apenas as estimativas para o crescimento do PIB durante todo o ano de 2017, dois membros da CPLP tiveram suas previsões atualizadas para valores maiores: Guiné Equatorial e Portugal. Três membros, por outro lado, sofreram revisões para estimativas mais pessimistas: Angola, Moçambique e Timor-Leste. A instituição internacional, ainda, manteve suas previsões anteriores para Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe.

- Continua depois da publicidade -

- - -

    Comparado as novas estimativas com as anteriores, a variação mais positiva da CPLP foi a da Guiné Equatorial, cuja previsão atual aumentou 0,8 pontos percentuais em relação à anterior, mas ainda é uma grande queda: 5%. Timor-Leste, por outro lado, teve sua previsão reduzida em 1,5 pontos percentuais e, portanto, passou pela revisão mais negativa da CPLP. Com as atualizações, o FMI passou a estimar que o PIB timorense deverá crescer 4% em relação ao ano passado, mas antes previa uma subida de 5,5%.

Leia também: Países de Língua Portuguesa debatem objetivos de desenvolvimento sustentável

Leia também: A situação atual da economia da Guiné Equatorial

Leia também: Governo de Moçambique suspende temporariamente importação de carne brasileira

    Após as revisões, a instituição internacional passou a prever que oito países de Língua Portuguesa terminarão 2017 com um PIB maior do que no ano passado, enquanto apenas um, a Guiné Equatorial, terá uma queda. As melhores expectativas passaram a ser a da Guiné-Bissau e a de São Tomé e Príncipe: crescimento de 5%.

    A cada seis meses, o FMI elabora e atualiza o World Economic Outlook, relatório que reúne previsões econômicas para quase 200 países com apoio de analistas locais.

 

Acompanhe a Mercados & Estratégias