Governo de Angola simplifica obtenção de alvará industrial

    Em 18 de julho, o Ministério da Indústria de Angola lançou o novo Sistema de Licenciamento Industrial (Silai) do país. O novo formato possibilita a solicitação de um alvará industrial pela internet e reduz a burocracia, os custos e o tempo de espera para a emissão desse documento, como descreveu a Agência Angola Press.

    O alvará a ser emitido terá um novo design e incluirá um código de barra, um holograma de segurança e marcas de água de forma a reduzir a possibilidade de falsificação do mesmo. Caso sejam cumpridos todos os requisitos necessários, o solicitante receberá seu alvará no prazo de até dez dias.

    Na cerimônia de apresentação que decorreu em Luanda, capital do país, a ministra da Indústria de Angola, Bernarda Martins, afirmou que a utilização da plataforma informática pode ser feita em todo o território nacional por meio do website silai.simind.org.

- Continua depois da publicidade -

- - -

    Martins acrescentou, no entanto, que para que o Silai funcione da melhor forma possível será necessário que o país disponha de uma boa rede de internet. Com esse objetivo, entretanto, está sendo desenvolvido um projeto pelo Ministério das Telecomunicações e das Tecnologias de Informação do país.

    Também presente na cerimônia de lançamento, o ministro da Economia de Angola, Abrahão Gourgel, afirmou que acredita que o Silai vai facilitar a realização de negócios e melhorar a imagem do país com vista a atrair mais investimento do exterior.

Na imagem, a fábrica de aço da angolana ADA, ativa em Angola desde 2015. Foto: Divulgação ADA.

Leia também:


Angola proíbe importação de carne de 21 empresas brasileiras

Angola eliminará taxas à
 exportação de produzidos no país

 

Entrevistamos o presidente da Câmara de Comércio Angola Brasil

 

 

Acompanhe a Mercados & Estratégias