Governo de Cabo Verde quer acelerar programa de privatizações

    O recém-empossado Governo de Cabo Verde tem como prioridade promover o crescimento do setor privado e acelerar o processo de privatizações de diversos projetos públicos do país. A informação foi anunciada em 15 de novembro pelo ministro das Finanças cabo-verdiano, Olavo Correia, durante um evento sobre privatizações e parcerias público-privadas que ocorreu na capital nacional, Praia.

    Segundo Correia, o Governo pretende colocar em prática da forma mais rápida possível um ambicioso programa de privatizações. A medida envolverá projetos de diversos setores produtivos do país, incluindo, dentre outros, a gestão dos portos e aeroportos, a distribuição de energia e água, a reparação naval, os transportes aéreos e a produção e comercialização de medicamentos.

Leia também: Entrevistamos João Chantre, presidente da Câmara de Comércio Portugal Cabo Verde

Leia também: FMI atualiza previsões para o crescimento econômico dos países de Língua Portuguesa

    Ao final, o ministro defendeu as privatizações afirmando que as mesmas gerarão incentivos para o setor privado nacional e para a atração de Investimento Direto Externo.

Leia também: Relatório Doing Business aponta pioras no ambiente de negócios de sete países da CPLP

    O atual Governo de Cabo Verde é composto por membros do Movimento para a Democracia, partido empossado em abril após 15 anos como oposição.

PUBLICIDADE

Acompanhe a Mercados & Estratégias