Grupo brasileiro assina parceria para produção de cereais em Angola

    Em 15 de março, o grupo brasileiro Costa Negócios assinou com a Comunidade de Empresas Exportadoras e Internacionalizadas de Angola (CEEIA) um acordo para a produção de cereais nesse país africano.

    Conforme citado pelo Jornal de Angola, a parceria prevê que a Costa Negócios deverá investir 250 milhões de dólares para a produção de 250 mil toneladas de milho e 150 mil toneladas de soja nos primeiros quatro anos. A produção ocorrerá em uma área de 100 mil hectares localizada na província do Huambo e tem início previsto para novembro de 2016.

    Em nota oficial, a CEEIA afirma que a parceria visa o apoio técnico de gestão e financiamento de produtos agrícolas. A entidade acrescenta que o grupo brasileiro irá compartilhar com o setor empresarial angolano capacidades produtivas, know-how e sensibilidades adquiridas com o objetivo de promover oportunidades, vantagens e vontades de internacionalização em Angola.

Fundado na década de 1990, o grupo Costa Negócios possui presença em três continentes diferentes e suas atividades são distribuídas em setores como Agronegócio, Construção Industrial e Empreendimentos Imobiliários.

Leia também:

Produção de café de Angola deve triplicar em dois anos

Agronegócios na CPLP: entrevista com o presidente da Câmara Agrícola Lusófona

 

Acompanhe a Mercados & Estratégias