Mineradora brasileira Vale prevê subida de 233% da produção em Moçambique

    Em 29 de novembro, os principais gestores da mineradora brasileira Vale apresentaram o plano estratégico atual da empresa. A apresentação ocorreu no âmbito do Vale Day, evento organizado pela própria mineradora em Nova Iorque.

    Segundo o diretor-executivo da Vale Roger Downey, a empresa estima que, somente em Moçambique, a produção anual de carvão fechará 2016 em 6 milhões de toneladas (Mt), total que subirá para 13 Mt em 2017 e para até 20 Mt em 2021, representando uma subida de 233% em cinco anos. O executivo afirmou que esse grande aumento é explicado por melhorias nos equipamentos e pelo lançamento de Moatize II, planta de processamento de carvão ativa desde agosto.

Leia também: Moçambique importará bovinos vivos do Brasil

Leia também: Angola e Moçambique entre os principais destinos de investimento estrangeiro na África

    Downey ressaltou, ainda, que as exportações de carvão moçambicano pela Vale são bem distribuídas em termos de países destinos e são 66% baseadas em um sistema de índice para administrar a volatilidade de preços.

Leia também: Aeroporto de Nacala, em Moçambique, destacado em premiação internacional de engenharia

    Presente em Moçambique desde 2004, a Vale detém nesse país a concessão de uma das maiores reservas de carvão do mundo em Moatize, localizada na província de Tete, no Noroeste moçambicano.

PUBLICIDADE

Acompanhe a Mercados & Estratégias