Moçambique busca investidores para fábrica de exploração de grafite

    O Governo de Moçambique está à procura de investidores interessados na gestão da fábrica de processamento de grafite de Ancuabe, distrito da província de Cabo Delgado, no Norte do país. A informação foi anunciada em 12 de maio pelo presidente moçambicano, Filipe Nyusi.

    O grafite é o principal recurso mineral de Ancuabe e uma das maiores apostas de Moçambique para o desenvolvimento futuro. Em 2014, a australiana Tritton Minerals anunciou a descoberta do maior depósito mundial dessa commodity na região do Monte Nicanda, também localizado em Cabo Delgado.

    A empresa Grafites de Ancuabe Lda iniciou as atividades de exploração mineira em 1994 após o investimento de US$ 12 milhões por parte de um consórcio composto por três companhias estrangeiras. Ainda na década de 1990, a fábrica foi desativada por falta de acesso à energia elétrica.

    No final do anúncio, Nyusi garantiu a distribuição de energia elétrica suficiente para um empreendimento de grande envergadura ser viável na região. O presidente ressaltou que a reativação do projeto gerará muitos benefícios não apenas para Ancuabe como, também, para toda Cabo Delgado.

PUBLICIDADE

Leia também:

Entrevistamos João Navega, presidente da Câmara de Comércio Portugal Moçambique

"7 perguntas, todas as respostas", por José Villa Cardoso

Acompanhe a Mercados & Estratégias