Moçambique terá a maior ponte suspensa da África ainda em 2017

    Até o final de 2017, Moçambique deverá contar com a maior ponte suspensa do continente africano. A ligação já está em construção pela chinesa China Road and Bridge Corp. (CRBC) e tem previsão de conclusão para o terceiro trimestre deste ano. A informação foi anunciada pelo gerente de projetos da CRBC, Bai Pengyu, à revista Engineering News-Record.

    A Ponte Maputo-Catembe ligará as margens sul e norte do canal da Baía de Maputo, capital do país, e terá uma extensão de 680 metros, à qual são somados mais de 2,3 quilômetros quando incluídos os viadutos de acesso. O orçamento das obras de construção é de US$ 725 milhões, valor financiado pelo banco chinês Exim Bank como um empréstimo ao Governo de Moçambique.

- Continua depois da publicidade -

- - -

    A conclusão em 2017 já havia sido prometida pelo presidente moçambicano, Filipe Nyusi, em abril de 2015, sendo agora confirmada pelo representante da CRBC.

    De acordo com os cálculos da construtora, a Ponte Maputo-Catembe acomodará até 16 mil veículos em 2020 e até 40 mil em 2034. 

Leia também: Entrevista exclusiva com Maria do Carmo Silveira, a nova Secretária Executiva da CPLP

Leia também: Cabo Verde cria fundo para construção de infraestruturas de água e saneamento

Leia também: Moçambique ratifica acordo da OMC para reduzir custos do comércio