Parceria entre sociedades jurídicas de Portugal e Guiné-Bissau

    Em 9 de junho, a sociedade jurídica portuguesa MC&A assinou uma parceria com o escritório de advogados  Julafer & Lopesfino, da Guiné-Bissau.

    Em nota à imprensa, a MC&A declarou que a nova associação permitirá o reforço da atuação das duas sociedades tanto em Portugal quanto na Guiné-Bissau, com a ampliação da capacidade de resposta a clientes internacionais.

    As duas sociedades trabalharão em conjunto com o objetivo de possibilitar uma maior rapidez e eficácia na assistência aos seus clientes. A parceria prevê a troca de know-how entre advogados dos dois países para capacitação em aspetos da legislação dos respetivos ordenamentos jurídicos, além de diferentes metodologias de abordagem e procedimentos para tratar assuntos dos seus clientes.

    Segundo declarou Vítor Marques da Cruz, sócio fundador da MC&A, a nova associação permitirá o reforço da atuação e dos conhecimentos da sociedade portuguesa, principalmente, nas áreas ligadas à construção de infraestruturas, onde a Julafer & Lopesfino desenvolve regularmente a sua atividade.

    A MC&A é uma sociedade especializada na assessoria de negócios internacionais no eixo Brasil-Europa-África. O grupo possui parcerias com escritórios de advogados em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Brasil e São Tomé e Príncipe, além de Espanha e Estados Unidos. Na foto, a equipe de advogados da MC&A.

Leia também:

Guiné-Bissau: um retrato da economia nacional atual

Assinado acordo que permitirá liberalização do comércio entre Portugal e Moçambique

PUBLICIDADE

Acompanhe a Mercados & Estratégias