Safra brasileira fecha 2015 com produção recorde

    A safra brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas fechou o ano de 2015 com uma produção recorde de 209,5 milhões de toneladas. O montante, divulgado em 12 de janeiro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), supera em 7,7% o registrado em 2014. O país também viveu um aumento de 1,4% da área a ser colhida, que foi de 57,7 milhões de hectares no último ano.

    Entre os 26 produtos que compõem o grupo, as maiores subidas de produção em 2015 foram de mamona em baga (103,1%), triticale em grão (75,6%) e milho em grão de segunda safra (15,0%). Por outro lado, as maiores quedas foram de amendoim em casca de segunda safra (38,8%), cevada em grão (26,4%) e trigo em grão (13,4%).

    Apesar do aumento da safra total, o IBGE ressaltou a queda de 11,2% da produção de cebolas em 2015. Por causa da redução, o Brasil precisou importar mais cebolas da Europa, o que levou a um aumento de 60,61% dos preços desse produto no ano.

    Segundo estimativas do IBGE, a safra de 2016 será de 210,7 milhões de toneladas, 0,5% maior que a de 2015.

Acompanhe a Mercados & Estratégias