Relatório Doing Business aponta melhorias no ambiente de negócios de sete países da CPLP

    Sete mercados de Língua Portuguesa viveram melhorias no ambiente de negócios durante o último ano, revelou a edição de 2016 do Doing Business.

    Elaborado pelo Banco Mundial, o Doing Business é considerado um dos mais influentes relatórios sobre a situação econômica e empresarial de 189 países. A última edição, publicada em 27 de outubro, apontou progressos na facilidade de fazer negócios empresariais em Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe.

    Em comparação com o ano anterior, Angola teve a variação mais positiva da CPLP, com um aumento de 2,18 na pontuação e uma subida de duas posições no ranking global, mas continuou na posição mais baixa entre os países de Língua Portuguesa. A única outra economia da CPLP a subir na classificação foi a Guiné-Bissau, que ganhou três posições no ranking após uma melhora de 1,69 na pontuação total.

    Segundo o quadro geral, o melhor ambiente de negócios da CPLP continua sendo o de Portugal, que ocupa a 23ª classificação, seguido por Brasil e Cabo Verde, respectivamente nas posições 116 e 126 do ranking global.

    Lançado em 2002, o Doing Business analisa a evolução anual das regulações nacionais referentes à criação e ao funcionamento de pequenas e médias empresas. Diversos processos são levados em consideração, incluindo a abertura de empresas, o acesso a crédito, o pagamento de impostos, o comércio internacional e a execução de contratos. Para maiores informações, clique aqui e acesse o website oficial do projeto.